Veja o que fazer com sua farmácia nestes tempos de crise

A crise que o Brasil enfrenta tem, na medida de um cliente mais seletivo em suas compras, afetado as farmácias também.
A lógica diz que se os clientes possuem menos dinheiro, mesmo que busquem produtos essenciais, como os medicamentos, existe uma maior seletividade também. Já não compram toda a cesta, os farmacêuticos e balconistas insistem e demonstram em levar a “receita prescrita” de forma completa para não haver prejuízo ao tratamento.
No quesito Perfumaria, esses ítens que estão fora do balcão, o cliente tem, assim como os medicamentos, pesquisado muito o preço.
Tudo isso exige das farmácias algumas posturas:
1) Invista na sua equipe, para que aproveite as oportunidades, não desperdiçando a “visita” do cliente a farmácia. Ele não deixou de ir até a Drogaria. O que é essencial:
a. Técnicas de Vendas
b. Contorno de Objeções
2) Atendimento a CLIENTE
a. Nunca foi tão essencial o atendimento a clientes em Drogarias neste momento, isso porque o cliente tem escolhido cada vez mais. Se todas as lojas estão “iguais” sua equipe pode se diferenciar neste quesito. Aqui não quero dizer apenas simpatia, sorriso e esse básico de Atendimento, mas gerar uma maior conexão.
i. Conhecimento de produto
ii. Saber dirimir as dúvidas dos pacientes
3) Gere Vantagens comerciais ao seu cliente
a. Isso fará a diferença, se o cliente está seletivo, ele precisa valorizar o valor investido. Aqui temos as oportunidades de:
i. Parcelamento
ii. Vendas com desconto, dependendo do volume
iii. Vendas garantidas, com preços garantidos, principalmente nos produtos de uso contínuo;
iv. MIX de produtos valorizando todas as faixas de preço, para que não se perca nenhum cliente
v. MIX de produtos com os combos, mostrando vantagens aos cliente.
b. FIDELIZAÇÃO
i. As políticas de fidelização geram prêmios, descontos menores e diferenciados. Por isso, investir em fidelização é muito importante, retendo o cliente através das vantagens.
Em contrapartida a tudo isso, deve-se aumentar a qualidade da GESTÃO, da PERFORMANCE, pois a primeiro momento, se aumentará os custos…(descontos, investimentos…)
Por isso:
1) MONITORAMENTO FRENÉTICO:
a. Utilize de mais controle nas operações. Tenha mais indicadores de desempenho da farmácia. ISSO AJUDARÁ A MUDAR AS ESTRATÉGIAS
2) Metas em todas as áreas;
a. SÓ PODEMOS MELHORAR AQUILO QUE MEDIMOS
3) Caça aos desperdícios. Forte controle nos custos
4) Políticas de eficiência, com ganhos de escala
5) Corte pessoas que não estão agregando valor ao negócio
6) Coloque a remuneração focada na rentabilidade e não apenas em comissão (lembre-se que devemos vender de tudo na farmácia, e não apenas uma linha de produtos)
7) Todos os departamentos alinhados, focados em gerar os resultados necessários para a empresa.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *